Blog
  • Página Principal
2018
05
20

Campeonato Nacional de Jovens bateu recordes em Paredes

Por pgc 0

Na disciplina de Pitch&Putt, quase 60 jovens, dos sub10 aos sub25, encheram o Campo de Golfe do Aqueduto, durante todo o dia de ontem. Organização fala em sucesso.

entrega pr miguel pinheiro_supresaSub12 vencedores_sub25_18_16_14 vencedoressub10_sub12
A lista de inscritos já fazia história. Nunca um Campeonato Nacional de Jovens de P&P despertara tanto interesse como o deste ano, em Paredes. Quer pelo desafiante percurso, quer pela presença de figuras importantes do Golfe nacional, como Leonor Bessa, João Girão ou Daniel Costa Rodrigues, o que é certo é que o inédito número de 60 inscritos passa a ser a referência para os próximos anos.
O “field” obrigou a “horas extraordinárias”, com os primeiros jogadores a saírem às 8h e os últimos a terminarem depois das 20h. Sempre com muito público a acompanhar, note-se.
Adivinhava-se uma competição ao rubro em todos os escalões. Em Sub10 esperava-se a vitória de Gabriel Sardo, jogador da Quinta do Fojo, enquanto que nos Sub12, o reputadíssimo Tomás Araújo, de Paredes, liderava a “bolsa de apostas”, seguido de Miguel Silveira, da Quinta do Fojo, e Diogo Pinto Rocha, do CityNorte.
Entre os mais crescidos, João Iglésias, da Quinta das Lágrimas, e os irmãos Ana e Afonso Costa Rodrigues, do CityNorte, eram os candidatos em sub14, enquanto que o terceiro irmão Daniel Costa Rodrigues, do CityNorte, era o candidato em Sub16, ao passo que Diana Pacheco, de Paredes, e Gonçalo Mata, do Oporto, dividiam o favoritismo em sub18. No escalão sub25, novidade nos nacionais deste ano, a grande favorita era a heptacampeã nacional de golfe e campeã nacional de P&P em título, Leonor Bessa.
Depois de jogados os 18 buracos iniciais, o “desenho” do pódio começou a ficar traçado. Gabriel Sardo liderava confortavelmente em sub10, João Iglésias era líder em sub14, Daniel Costa Rodrigues em Sub16, Gonçalo Mata, com um hole-in-one, saía na frente em sub18, ao passo que João Girão, que vive e estuda nos EUA e tem ambições de se tornar profissional de golfe, apresentou um cartão de -3 para liderar ao intervalo, entre os sub25. A grande surpresa era o primeiro lugar de Miguel Pinheiro, jogador de Paredes, que somava +2 e colocava pressão sobre Tomás Araújo nos sub12.
Com mais 18 buracos para jogar no desafiante percurso do Campo do Aqueduto, na modalidade de Strokeplay, tudo estava em aberto para a luta dos títulos.
Em sub25, João Girão não só manteve como alargou a vantagem, após realizar a melhor volta do dia com -6. O agregado de -9 diz bem da qualidade deste jogador, que deixou o vice-campeão, treinador de Paredes, a 5 pancadas de distância. Miguel Valença, com voltas de 53 e 51, superou as expetativas e derrotou adversários como Leonor Bessa, Afonso Girão e o campeão do Norte em título, Diogo Roriz, com um agregado de -4. Afonso Girão, do Oporto, ganhou em Medal Net.
Diana Pacheco conseguiu “ultrapassar” Gonçalo Mata com uma segunda volta de -1 e vencer em sub18 (PAR), depois de há dois anos ter conseguido o título de sub16 e no ano passado ter ganho o Open de Portugal P&P, entre senhoras. Em Medal Net, Rodrigo Lopes dos Santos, do CityNorte, levou o troféu para casa.
Daniel Costa Rodrigues confirmou o favoritismo (venceu com -2), apesar da excelente réplica de Miguel Cardoso, de Paredes, que fez a melhor volta das sub16 da parte da tarde (-1), para subir do quinto posto empatado para vice-campeão. Pedro Barbosa, de Paredes, ganhou a categoria Medal Net.

João Iglésias também reforçou o seu domínio no escalão sub14, ao conquistar o título com +5, seguido por Ana Costa Rodrigues. A maior surpresa do escalão acaba por ser Eduardo Moreira, de Paredes, que mesmo vindo de uma lesão prolongada, ganhou a classificação Medal Net.
O escalão Sub12 foi o mais disputado e emocionante do dia. Ao contrário do que seria expetável, Miguel Pinheiro surpreendeu tudo e todos, mantendo o nível da parte da manhã, embora Tomás Araújo tivesse recuperado as 2 pancadas que tinha em atraso. Findos os 36 buracos, persistia um empate com +7, que obrigou a um desempate por play-off. Assim, o buraco 18 teve que ser jogado mais três vezes, com o triunfo a sorrir a Miguel Pinheiro, que fez PAR e beneficiou de um boggey de Tomás Araújo.
Desta forma, Miguel Pinheiro sagrou-se campeão, Tomás Araújo vice-campeão e Gabriel Barbosa conquistou a taça correspondente à classificação Medal Net. Todos representam o Paredes Golfe Clube.
Nos Sub10, Gabriel Sardo venceu confortavelmente, com +22 de agregado e 15 de vantagem para Bernardo Costa, que é vice-campeão. Em Medal Net, Afonso Barbosa, de Paredes, é o vencedor.
Na entrega de prémios estiveram representadas a Federação Portuguesa de Golfe, por João Coutinho e Nelson Ribeiro, Diretor Técnico e Selecionador Nacional, respetivamente, a Câmara Municipal, pelo Vereador do Desporto, Paulo Silva, e a Junta de Freguesia de Paredes, por Paulo Costa.
António Manuel Bessa, Presidente da Direção do Paredes Golfe Clube, mostrou-se feliz e orgulhoso com a organização da prova, realçando que o Campo do Aqueduto “sabe receber e está preparado para grandes provas, sobretudo de crianças e jovens, que são a razão fundamental do nosso projeto. O sucesso deste evento dá garantias para o futuro”.

autor: pgc